TODOS OS TEXTOS AQUI PUBLICADOS TEM SEUS DIREITOS AUTORAIS RESERVADOS,
DE ACORDO COM A LEI 9610/98.



30 de jan de 2017

(A)GUARDANDO...

Apenas sonho,
sei que nada devo esperar,
nada posso querer...

Posso esperar a morte,
mas, essa não quero,
ela que me espere!

Nada espero, nada aguardo.

Guardo-me, guardo-te. Somente.

Suely Ribella ©